Empresa paulista de aluguel de tablets busca parceiros | Tec Mobile

Empresa paulista de aluguel de tablets busca parceiros para licenciar marca

Publicado em 13 de setembro de 2016

Plano da Tec Mobile, que também vende aplicativos, é ter um parceiro por estado. Investimento é de R$ 90 mil

Dois anos após sua fundação, em São Paulo, a Tec Mobile está em busca de licenciados em todo o país. A empresa é especializada na locação de tablets – em sua maioria, da Samsung e com sistema Android – para pessoas jurídicas, além de desenvolver aplicativos de gestão. Para se tornar parceiros, os interessados devem investir R$ 90 mil.

A empresa foi criada pelo empreendedor paulista Evandro Barros, 37 anos. Formado em Direito, mas com vontade de encarar novos desafios, Barros esteve em busca de inspiração para o negócio nos últimos anos. Até que, em 2011, ao descobrir uma companhia que trabalhava com o aluguel de tablets, o paulista percebeu que poderia prosperar com algo parecido, mas de uma forma mais profissional. Ao se reunir com um dos canais de distribuição da Samsung, que percebeu que poderia conquistar clientes por meio das locações, Barros conseguiu 30 tablets a preços mais baixos. Em maio de 2012, a Tec Mobile começou a funcionar. Dois meses depois, já trabalhava com 100 dispositivos.

Barros não revela o número de tablets que a Tec Mobile tem, mas diz que “muito provavelmente” pode suprir a demanda de seus clientes. Os usuários mais assíduos dos equipamentos são empresas que precisam deles por vários motivos. “Alugo os tablets para quem fará uma apresentação e quer que cada convidado tenha uma tela e para equipes de pesquisa de campo, entre outras ocasiões”, afirma o empreendedor.

Posteriormente, a Tec Mobile passou a desenvolver aplicativos para clientes corporativos. As plataformas, sobretudo, são usadas por quem precisa atualizar em tempo real uma lista de presença de um evento, fazer levantamentos na rua e organizar grandes volumes de pedidos. Com os tablets e os programas, segundo Barros, as empresas colocam seus trabalhos na rede e permitem que várias pessoas atualizem as informações de um arquivo simultaneamente.

Além da ajuda da Samsung na compra dos primeiros equipamentos, a Tec Mobile da preferência aos aparelhos da marca por seu custo-benefício – já que são baratos, mas confiáveis – e pela capacidade de rodar facilmente os aplicativos desenvolvidos pela empresa. No entanto, há alguns iPads no estoque, para atender determinadas demandas.

Com a cessão de licenças, a Tec Mobile pode crescer rapidamente e sem recursos próprios. Barros afirma que o negócio tem bastante potencial e pode ser replicado em várias regiões. Cada parceiro da companhia ficará responsável pela gestão da empresa em um estado.

O investimento dos futuros parceiros será de R$ 90 mil. A maior parte desse valor é referente ao pagamento de uma “taxa de licenciamento”, mas inclui a compra de 10 tablets para o empreendedor, que poderá tomar conta da operação trabalhando de casa, e o direito à venda de três aplicativos da Tec Mobile. O contrato tem vigência de quatro anos. Mensalmente, 2% do faturamento deve ser pago para a matriz.

A cada mês, o parceiro pode passar, por dois dias, o atendimento a clientes para a operação paulista. “Assim, ele terá tempo para prospectar e expandir os negócios”, diz Barros.

Outra vantagem para o licenciado é a chance de receber oportunidades de negócio da matriz. “Se recebermos contatos vindos da região dos parceiros, mandaremos a proposta para eles”, afirma o empreendedor.

Confira a matéria completa: Clique aqui

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someone

comentarios


Fale conosco e saiba mais sobre nossas soluções