Tecnologia para nos tornar mais humanos
Publicado em 21 de março de 2019 Por Tec Mobile

Última modificação em:

Tempo de Leitura: 3 minutos

Sabe aquelas perguntas que a gente faz e de repente ao ouvir a resposta fica de olhos arregalados? Então, isso aconteceu e achei que o maior número de pessoas precisava saber disso.

A pergunta foi: qual o maior benefício que você sentiu ao utilizar tecnologia na sua empresa? Uma pergunta simples e que eu achava que iria ouvir algo como “redução de custos”, “aumento de lucro”, “mais tempo para fazer outras coisas”, “motivação” e etc. Mas não, eu estava errada, não ouvi nenhuma dessas respostas. Surpreendentemente, eu ouvi que o maior benefício foi a união da família!

Isso mesmo, a união da família! Para mim, foi como um choque, que me deu uma sacudida e me fez mergulhar num mundo novo. Um mundo que eu com minha bagagem muito de exatas, nunca tinha conseguido imaginar, mas que faz todo sentido.

E como isso foi e é possível? O que tecnologia tem a ver com a união da família? É mais simples do que imaginamos. Toda tecnologia, desde sempre, veio para agilizar aquilo que fazíamos manualmente. Foi assim com o computador, com a máquina de lavar, com o micro-ondas, com o aspirador robô e tantas outras invenções tecnológicas. E quando algo faz mais rápido aquilo que antes nos ocupava todo o nosso dia, temos tempo livre! Essa é a chave, tecnologia nos entrega tempo livre. Tempo que podemos ocupar com aquilo que realmente pode nos fazer feliz e dar sentido à nossa vida.

No caso dessa empresa que eu conversei e recebi esse presente de resposta, eles estavam usando recursos tecnológicos há somente 1 mês e o filho do dono, foi quem percebeu essa grande mudança ocorrida. Para os mais céticos, podem achar que essa empresa recebeu tecnologia de ultima geração e que dificilmente se encontra por aí. Mais uma vez, isso também não aconteceu. Essa empresa, é um restaurante, chamado Tempero da Família e eles estavam usando um sistema para o garçon anotar os pedidos, registar as comandas de cada prato de comida pesado e para fazer o fechamento do caixa. Também haviam implantado o iFood e estavam entusiasmados em perceber o alcance que a tecnologia gerava e as oportunidades existentes.

Eles enxergaram que haviam outras formas de fazer o mesmo trabalho que era feito há mais de 10 anos, manualmente. E quando uma realidade que parece conhecida e imutável vira de ponta cabeça, é sinal de que as pessoas que estão ali naquele ambiente mudaram também. E o que será que gerou a mudança nas pessoas? Afinal, como todos seres humanos somos um pouco resistentes à mudança por natureza, não é mesmo?! A questão é que uma mudança profunda só ocorre quando se tem uma motivação muito forte para isso. E pode acreditar, por mais que o sistema novo, com aplicativo e tudo tenha trazido muita facilidade, descobertas e possibilidades, o que motivou a mudança foi justamente o que a tecnologia entrega: tempo. Essa empresa, teve como motivação tempo para estar mais entre a família. Afinal, a família para eles é a estrutura da vida pessoal e também da vida profissional.  

Ou seja, assim como toda meta precisa ser SMART, os projetos que envolvem TI também precisam ser. A grande sacada é que a tecnologia não é o objetivo final e sim o meio para se alcançar algo que realmente é significativo para cada um!

Diferente do que se diz, tecnologia não nos torna mais distantes, menos sociável e etc. Tecnologia pode sim nos tornar mais humanos, quando percebermos, assim como essa família percebeu, que o tempo pode e deve ser melhor aproveitado!  Experimente perguntar como foi o dia ou a semana para alguém e provavelmente ouvirá uma resposta como: “Nossa! Foi muito corrido” ou “a semana voou” e por aí vai. Tempo é o que todos gostaríamos de ter mais, mas será que sabemos o que faríamos com esse tempo livre?

Para aqueles que querem continuar esse papo, o convite já está feito e será um prazer conversamos!

 

 

Sobre Flávia Fonseca

Foto FLavia

Especializada em Gestão Empresarial pela FIA-USP, pós-graduada em Gerenciamento de Projetos PMI pelo IBTA e graduada em Sistemas de Informação pelo Mackenzie.

Consultora especialista em ajudar as pequenas e médias empresas a encontrarem as soluções tecnológicas adequadas. Utiliza metodologia própria que parte do entendimento do negócio e do momento atual da empresa, para sugerir as necessidades tecnológicas. A consultoria avalia desde o entendimento do negócio, até a busca de soluções disponíveis no mercado, definição de processo, implantação e acompanhamento pós-implantação para a garantia da estabilização da tecnologia.

Possui experiência consolidada em Gestão de Projetos e Gestão de Programas de desenvolvimento de software, adquirida em atuações em empresas como Itaú Unibanco, CEVA Logistics, DHL, Atento e Syngenta.

Esporadicamente é professora dos cursos de Pós Graduação da FIA e na Faculdade São Judas Tadeu..

 

 

 

 




Clique para ver mais
Mapa do Site