As 25 dicas de como melhorar o desempenho do notebook
post13-blog
Por Tec Mobile Tempo de Leitura: 9 minutos

 

Afinal, como melhorar o desempenho do notebook? Melhorar o desempenho do seu notebook impacta diretamente na sua produtividade, permitindo que você trabalhe de forma mais rápida.

Mas, por onde começar? O que fazer? Primeiramente, deve-se incrementar a memória RAM ou substituir o disco rígido por um SSD a fim de proporcionar um aumento de velocidade e resposta do sistema.

Desinstale programas que não são mais utilizados e minimize a quantidade de programas que executam na inicialização. Dessa forma, reduzirá a carga sobre o sistema operacional.

Use ferramentas de limpeza de disco e desfragmentadores para manter o sistema operacional ágil. Manter o software antivírus atualizado e realizar varreduras regulares também ajuda a manter o sistema livre de malwares que retardam o desempenho.

Mantenha o sistema operacional e os drivers atualizados. As atualizações incluem melhorias de desempenho e correções de segurança que mantém seu notebook funcionando melhor.

E, claro, se precisar de mais dicas de como melhorar desempenho do notebook, vem com a Tec Mobile!

Como fazer o notebook ficar mais rápido?

Melhorar o desempenho do seu notebook agiliza suas tarefas diárias, além de que estende a vida útil do dispositivo.

Por isso, separamos algumas dicas de como melhorar o desempenho do notebook abaixo. Olha só!

1. Atualize o hardware com mais memória RAM

A memória RAM é um componente que afeta diretamente a velocidade e a capacidade de multitarefa do seu notebook. 

Adicionar mais memória RAM mostrará melhoria substancial no desempenho, principalmente se você costuma trabalhar com muitos programas abertos ao mesmo tempo ou usa softwares que consomem muitos recursos, como programas de edição de vídeo ou jogos.

2. Substitua o HDD por um SSD

Substituir um disco rígido tradicional (HDD) por um disco de estado sólido (SSD) é uma das maneiras de melhorar o desempenho de um notebook.

Consequentemente, os SSDs são mais rápidos que os HDDs em várias ordens de magnitude, reduzindo, assim, os tempos de inicialização do sistema operacional e de carregamento dos aplicativos. 

Além disso, os SSDs são mais resistentes a choques, ideal para notebooks, que são movimentados de um lado para outro com mais frequência. 

3. Mantenha o sistema operacional atualizado

Manter o sistema operacional atualizado para a segurança e funcionamento do notebook. Fabricantes lançam atualizações que corrigem falhas de segurança e também introduzem melhorias de desempenho. 

Assegure-se de instalar as últimas atualizações de software disponíveis para seu sistema operacional para aproveitar essas otimizações.

4. Desinstale programas desnecessários

Programas que não são mais necessários ou raramente usados consomem recursos do sistema, como memória e capacidade de processamento. 

Dessa forma, fazer uma auditoria regular dos programas instalados e remover aqueles desnecessários irá liberar recursos do sistema, resultando em um desempenho ainda melhor. Ferramentas de limpeza de sistema auxiliam a identificar e remover esses programas. 

5. Limpe arquivos temporários regularmente

Arquivos temporários acumulam-se no seu sistema ao longo do tempo, ocupando espaço no disco e desacelerando o notebook. Estes arquivos são criados por programas e pelo sistema operacional durante operações normais, mas nem sempre são excluídos automaticamente após seu uso. 

Logo, utilizar ferramentas de limpeza de sistema ou o utilitário de limpeza de disco do próprio Windows removerá esses arquivos desnecessários, liberando espaço e melhorando a performance geral do sistema.

6. Desative programas de inicialização automática

Muitos programas são configurados para iniciar automaticamente quando o computador é ligado, significando um tempo de inicialização mais lento e recursos sendo usados desnecessariamente. 

Ajustar as configurações de inicialização para impedir que aplicativos desnecessários rodem automaticamente melhora a velocidade de arranque e libera recursos para tarefas mais importantes. 

Ferramentas como o Gerenciador de Tarefas no Windows permitem que você gerencie quais programas têm permissão para iniciar automaticamente.

7. Use um software antivírus

A presença de vírus e malware compromete diretamente a segurança dos seus dados pessoais, além de que degrada o desempenho do seu notebook. 

Assim sendo, utilizar um software antivírus e mantê-lo atualizado é um dos passos para proteger seu sistema contra ameaças maliciosas que causam lentidão, erros e falhas. 

Escolher um antivírus que ofereça proteção em tempo real sem consumir uma grande quantidade de recursos do sistema mantém, portanto, seu notebook funcionando muito melhor. 

8. Realize varreduras regulares com antivírus

Além de manter seu software antivírus atualizado, realize varreduras regulares. Estas varreduras ajudam a identificar e remover software mal-intencionado ou arquivos infectados que possam ter escapado à proteção em tempo real. 

Estabelecer uma rotina de varreduras automáticas ou fazer varreduras manuais regulares mantém o desempenho do sistema, minimizando o risco de malwares que consomem recursos ou interferem nas operações normais do notebook.

9. Limpe o interior do notebook para evitar superaquecimento

O superaquecimento reduz o desempenho do seu notebook. Com o tempo, a poeira e outros detritos acumulam-se dentro do dispositivo, bloqueando as ventoinhas e os dutos de ar, impedindo a correta dissipação de calor. 

A limpeza regular do interior do seu notebook, incluindo as ventoinhas e as saídas de ar, ajudará a manter a temperatura, assegurando que o hardware opere dentro dos limites de temperatura seguros.  

Caso não consiga realizar a limpeza, uma dica é entrar em contato com técnicos que possam auxiliar nesse processo. 

10. Otimize as configurações de energia para melhor desempenho

Ajustar as configurações de energia do seu notebook ajudará a maximizar seu desempenho. Muitos sistemas operacionais oferecem opções de planos de energia ajustados para otimizar ainda mais a questão energética. 

Selecionar um plano é recomendado quando você precisa de máxima capacidade de processamento e não se preocupa com o consumo de bateria. Essas configurações aumentam a frequência do processador e mantém os componentes em estados de maior desempenho por mais tempo.

11. Feche abas e aplicativos não utilizados

Programas e abas do navegador que permanecem abertos, mas não estão sendo usados, acabam consumindo recursos do sistema, como memória e capacidade de processamento. Esse problema ocorre principalmente se você contar com pouca memória RAM. 

Fechar esses aplicativos e abas libera recursos, melhorando o desempenho do notebook. Portanto, gerenciar ativamente os aplicativos abertos e evitar multitarefas excessivas contribuem para uma operação mais responsiva.

12. Atualize os drivers dos dispositivos

Drivers desatualizados causam problemas de compatibilidade e reduzem a capacidade do seu notebook. Assim sendo, ante os drivers atualizados assegura que todos os componentes de hardware, como a placa de vídeo, o processador e os dispositivos periféricos, funcionem corretamente.

A atualização de drivers melhora a performance geral e resolve problemas relacionados à estabilidade e à funcionalidade do hardware. A maioria dos fabricantes de hardware oferece utilitários automáticos que localizam, baixam e instalam as versões mais recentes dos drivers necessários.

13. Desfragmente o disco rígido regularmente

A desfragmentação é um processo recomendado para manter o desempenho de discos rígidos mecânicos. Com o tempo, os arquivos são armazenados em fragmentos espalhados pelo disco, fazendo com que o sistema demore mais para acessá-los. 

Deve-se desfragmentar o disco e organizar esses arquivos de forma contínua, melhorando a velocidade de acesso aos dados. Para usuários de SSDs, este processo não é necessário, pois o acesso aos dados é uniforme em todo o dispositivo.

14. Ajuste as configurações visuais para melhor desempenho

Mais uma dica de como melhorar o desempenho do notebook! Sistemas operacionais modernos vêm com várias características visuais que, embora esteticamente agradáveis, consomem muitos recursos do sistema. 

Ajustar essas configurações para otimizar o desempenho é uma dica em notebooks mais antigos ou menos potentes. Reduzir a qualidade gráfica, como sombras e animações, libera recursos do sistema para outras tarefas que sejam mais importantes. 

15. Verifique se há spyware e adware

Spyware e adware comprometem sua privacidade, degradando o desempenho do seu notebook. Esses softwares indesejados executam processos em segundo plano que consomem recursos do sistema. 

Utilizar programas antivírus e antimalware para verificar e remover essas ameaças mantém, por isso, a velocidade do sistema.

16. Limite os efeitos visuais do Windows

O Windows oferece vários efeitos visuais que podem ser ajustados para melhorar o desempenho. Por exemplo, minimizar ou desativar a transparência e as animações de janela aumenta a responsividade do sistema. 

Acessando o “Sistema” nas Configurações do Windows, torna-se possível ajustar essas opções em “Configurações avançadas do sistema” e, em seguida, no menu de “Desempenho”.

17. Aumente o tamanho do arquivo de paginação

O arquivo de paginação, também conhecido como memória virtual, é uma extensão da memória RAM, que é usada quando a RAM está cheia. 

Aumentar o tamanho do arquivo de paginação ajuda a alivi