quaisosbeneficiosdatecnologia5gparaosetordeeventos
Publicado em 29 de abril de 2021 Por Tec Mobile

Última modificação em:

Tempo de Leitura: 7 minutos

A tecnologia 5G é uma evolução das gerações anteriores — como o 3G e o 4G. Seus diferenciais afetam diversos pontos da sociedade, como a conexão ágil à internet, a implementação de objetos inteligentes nos espaços e, até mesmo, a aposta em cidades inteligentes. Isto posto, não é difícil imaginar os impactos positivos que essa tecnologia pode ter no setor de eventos, certo?

Porém, antes de se animar com essas possibilidades, é preciso saber mais sobre o tema. Será que todos os celulares são compatíveis com a tecnologia? O 5G já chegou ao Brasil? Como ele funciona? Se essas são perguntas que você também se faz, não se preocupe. Neste artigo, vamos responder a cada uma delas. Boa leitura!

O que é a tecnologia 5G?

O 5G é a evolução mais recente da banda larga sem fio. Desse modo, o recurso promete trazer grandes avanços em relação ao 4G, que é a rede atual. Uma delas é a alta velocidade — que deixa muitos dos futuros usuários da tecnologia animados. Isso porque as redes atuais entregam, em média, uma velocidade de conexão de 33 Mbps. Em contrapartida, o 5G se propõe a alcançar até 10 Gbps, o que representa uma velocidade até 100 vezes maior.

Além desse fator, outros benefícios também são esperados com o upgrade. A possibilidade de uma cobertura ampla e maior eficiência na conexão são exemplos disso. O funcionamento dessa inovação ocorre por ondas de rádio, assim como acontecia com o 3G e o 4G. Contudo, o espectro de cobertura esperada é expressivamente maior. Em média, entre 600 e 700 MHz, 26 e 28 Ghz e 38 e 42 GHz.

Para que isso ocorra, as antenas da tecnologia 5G serão colocadas nas que já existem. Certamente, algumas adaptações serão realizadas, de modo a permitir o funcionamento paralelo com as infraestruturas antigas. Em adição, pequenas antenas serão instaladas para repetir o sinal de dispositivos locais. Ele será direcionado à estação central em seguida.

Por fim, os mecanismos usados pelo 5G focalizarão o sinal do rádio em vez de direcioná-lo a diferentes pontos. No entanto, esse fator dependerá da demanda de dispositivos que desejam se conectar à rede. Com o tempo — e consequentemente com um maior número de conexões — será possível perceber com facilidade a otimização da capacidade de conexão das antenas.

No que ela se diferencia da 4G?

Existem diversas diferenças entre as duas redes. Como você já viu, a velocidade é a mais notável delas. Com uma transferência de dados superior e grandes promessas de downloads ágeis, os usuários conseguirão baixar conteúdos em alta definição em segundos. Além disso, a latência da tecnologia 5G é superior. Enquanto o 4G oferece um intervalo de 35 e 52 milissegundos, o 5G o otimiza para 1 e 2 milissegundos.

Outra diferença é a qualidade do serviço, em função do aumento da capacidade de conexões de alto padrão e simultâneas. Por fim, há a utilização de radiofrequências. O 4G não suporta diversas delas, algo que o 5G visa a atender — abrangendo, por exemplo, as áreas rurais. Muitos moradores de regiões afastadas dos centros urbanos não acessam a rede com facilidade. Com a chegada da tecnologia 5G, espera-se que esse cenário mude, especialmente pela ampliação do alcance do 4G até esses locais.

O 5G já é uma realidade no Brasil?

Pode-se dizer que sim. No entanto, é importante pontuar algumas ressalvas. A rigor, a tecnologia só chegará de fato ao país após o leilão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) das frequências de 700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz. Ele deveria ter acontecido em 2020, mas foi adiado em função da pandemia. Atualmente, a expectativa é que ele aconteça entre maio e junho de 2021.

Contudo, isso não impediu que as operadoras de telefonia realizassem diferentes testes em relação à inovação. Elas passaram a oferecer a rede 5G nas frequências existentes, que se baseiam em uma tecnologia chamada de DSS (Dynamic Spectrum Sharing ou compartilhamento dinâmico de espectro). Para esse fim, contaram com os espectros 3G e 4G que não estavam em uso, levando a tecnologia a algumas capitais do Brasil.

Porém, há um problema nesse cenário. Apenas um aparelho de celular suporta a tecnologia 5G no Brasil — o Motorola Edge. Assim, é muito provável que aqueles que desejam experimentar o potencial da inovação móvel nesse momento, nos poucos bairros em que ela está disponível precisem trocar seus smartphones. Tendo em mente, é claro, que se tratam apenas de testes, o que significa que ainda não é possível acessar todo o potencial da novidade.

Estados Unidos, Alemanha, Arábia Saudita, Japão, Reino Unido e Austrália já usam a tecnologia. Esse é um sinal claro de que as crescentes necessidades móveis e de consumo de dados já estão sendo atendidas com segurança e eficiência. Portanto, o Brasil certamente pode se beneficiar da ampliação do 5G.

Quais os benefícios do 5G para o mercado de eventos?

Até o momento, falamos sobre como o 5G funciona e quais diferenciais ele traz aos usuários. Mas como será que ele impacta o mercado de eventos? Em especial nos eventos ao vivo, é possível perceber algumas limitações na transmissão das tecnologias streaming. Entenda como a inovação melhora esse cenário.

Velocidade

É fato que uma velocidade de transmissão mais alta impactará grandiosamente o recebimento das informações do evento por parte dos espectadores. Algumas simples comparações podem ajudar a entender essa vantagem. Pense, por exemplo, no tempo que você demoraria para baixar uma playlist de uma hora no aplicativo de música Spotify. Segundo o The Wall Street Journal, você gastaria uma média de 7 minutos com o 3G e 20 segundos com o 4G. Com o 5G, o período de espera será de 0,6 segundos.

Outro exemplo é o download de um filme presente em plataformas como a Netflix ou a Amazon Prime Video. Se com o 4G era preciso esperar 2 minutos para baixá-lo, com o 5G o tempo será reduzido a 3,7 segundos. Por fim, imagine o período gasto no momento de baixar um jogo, como o famoso Fortnite. O 5G permitirá que o download ocorra em 24 segundos — contra 14 minutos com a tecnologia 4G.

Com esses exemplos em mente, fica simples perceber que a transmissão de um evento, a coleta de dados e o uso de tecnologias que o otimizem (como os downloads de funcionalidades nos tablets, notebooks e smartphones dos participantes), serão muito mais eficientes. Isso ocorre, em grande parte, por conta da melhoria da latência. Ou seja, da capacidade de resposta de uma rede à solicitação realizada. Ela vai de 20 segundos com o 4G para um milissegundo por meio do 5G.

Alcance

A tecnologia 5G ampliará o alcance da população à rede. Em um primeiro momento, seu foco estará nos centros urbanos. Porém, isso fará com que a tecnologia 4G possa levar sua rede a locais mais afastados — como as áreas rurais previamente citadas. Além disso, a infraestrutura da tecnologia permitirá que uma quantidade maior de aparelhos se conectem em simultâneo, sem gargalos eletromagnéticos.

Assim, por ter uma maior potência, ela mitigará os problemas de conexão em aglomerações. Esse fator otimizará, por exemplo, a transmissão de eventos durante reuniões que angariam centenas de milhares de pessoas em um só local, como o réveillon. Certamente, também maximizará aqueles que desejam realizar eventos de amplo espectro.

Teoricamente, a tecnologia 5G é capaz de suportar a conexão acima de 1 milhão de aparelhos por quilômetro quadrado. Contudo, essa facilidade dependerá da quantidade de antenas posicionadas em diferentes locais. Segundo a União Internacional de Telecomunicações, é possível esperar que o alcance impacte:

  • edificações, que se tornarão mais inteligentes e automatizadas;
  • realidade virtual, que se tornará acessível no dia a dia;
  • vídeos em 3D, que chegarão com facilidade a todos;
  • inteligência artificial, que poderá ser implementada nos eventos;
  • veículos, que poderão operar sem motoristas;
  • área médica, que poderá realizar, até mesmo, cirurgias remotas, entre outros.

Economia de bateria

A baixa duração da bateria é uma reclamação frequente dos usuários da tecnologia 4G. Ao usá-la, é comum que o aparelho descarregue rápido e precise ser conectado à fonte. Com o 5G, espera-se que essa realidade melhore. Isso porque a promessa é que a bateria dos primeiros modems que suportam a inovação dure o dia todo.

Com o tempo, espera-se que os telefones celulares também sejam formulados com as devidas otimizações. Ou seja, com uma vida útil maior e aparência mais fina. As diferenças na duração da bateria com o uso da tecnologia 5G são explicadas em função de sua programação para a inatividade. Ou seja, enquanto o usuário não solicita a velocidade rápida, o 5G fica em uma espécie de standby — sem gastar energia.

Menor dependência de Wi-Fi

Mesmo sabendo que o pacote de dados de seu 4G ainda não acabou, não é incomum que você o troque pelo Wi-Fi na primeira oportunidade, certo? Contudo, isso pode não ser a realidade após a chegada do 5G. Um exemplo disso foi o show do rapper Stormzy, realizado no Estádio de Wembley. O espetáculo foi usado como teste na hora de comprovar a eficiência da tecnologia. Com isso, tanto os presentes quanto os espectadores em casa puderam sentir os primeiros efeitos do 5G: altíssima capacidade de transmissão, conexão ágil e uma experiência sem falhas de internet.

A expectativa é que os eventos ganhem outras vantagens com a ampliação de serviços como a Realidade Virtual (RV) e a Realidade Aumentada (RA), frutos da transformação digital. Ao usar ambos a mesmo tempo, tem-se a chamada tecnologia mista, que depende de redes de alto padrão, como a 5G, para existir. Todos esses benefícios tendem a tornar o uso do Wi-fi cada vez mais obsoleto.

IoT

Você já ouviu falar da Internet of Things, ou Internet das Coisas, certo? Ela é um conceito que fala, em resumo, sobre a reunião entre objetos físicos e a transmissão de dados. Assim, refere-se, por exemplo, à conexão entre itens do dia a dia com a internet. De forma a entender um pouco mais sobre o IoT, pense em eletrodomésticos inteligentes — daqueles que é preciso apenas bater palmas para que funcionem, por exemplo. Em geral, essa parece uma realidade distante no caso da grande maioria das pessoas, certo? Contudo, a tecnologia 5G pretende mudar isso.

Ao conectar uma quantidade maior de aparelhos por área de uma só vez, o 5G permite que o IoT ganhe cada vez mais espaço, enquanto mantém sua qualidade de transmissão. Desse modo, sistemas de monitoramento, iluminação, sensoriais, securitárias e diversos outros poderão usar a automatização ao seu favor.

Acredita-se que isso possa culminar em um aumento da segurança pública, da praticidade do dia a dia e na conexão entre as pessoas e os seus dispositivos. Afinal, isso impactará desde o monitoramento de uma residência até o guichê de um supermercado de bairro — que contabilizará as compras automaticamente. Com certeza, isso também afetará a relação entre os participantes e seus equipamentos para eventos, por exemplo, além de facilitar o processo de credenciamento.

Entrega remota de conteúdos

A pandemia fez muitos dos envolvidos na produção de eventos perceberem que precisavam inovar. Afinal, como os participantes não podiam ir até o local fisicamente, passou a ser necessário ofertar conteúdo remotamente. Porém, ainda que a expectativa fosse manter essa realidade temporariamente, muitas pessoas perceberam que esse tipo de entrega pode ser vantajosa. Isso porque amplia o acesso ao conteúdo do evento, economiza recursos e leva praticidade ao mercado.

Em outras palavras, não será surpreendente se, após o momento atual, boa parte dos eventos de grande porte sejam mantidos online. Nesse sentido, o 5G pode ser um aliado. Conforme visto, ele permitirá que os participantes acessem todos os diferenciais do encontro virtual sem falhas na transmissão. Além disso, poderão até mesmo contar com atributos como RV e RA para terem uma experiência inesquecível.

A tecnologia 5G causou muita polêmica ao redor do globo. Contudo, diversas nações de primeiro mundo já podem experimentar os muitos benefícios que essa inovação traz. Com a chegada do 5G no Brasil, o setor de eventos tende apenas a colher vantagens, ampliando suas possibilidades e chances de ofertar uma jornada inesquecível aos usuários — melhorando a percepção da marca e maximizando o sucesso de qualquer evento realizado. Então, é fundamental ficar de olho nessa evolução.

Você gosta de conteúdos desse tipo? Aproveite a oportunidade para assinar a newsletter da Tec Mobile e receber novidades sobre o universo dos eventos!




Clique para ver mais
Mapa do Site