Conheça 6 dicas de como realizar o controle de dados móveis | Tec Mobile
conheca6dicasdecomorealizarocontrolededadosmoveis
Por Tec Mobile Tempo de Leitura: 4 minutos

 

Com a evolução constante das tecnologias, dispositivos móveis como smartphones, notebooks e tablets se tornaram verdadeiros aliados na realização das tarefas empresariais, proporcionando um ganho significativo em rapidez e produtividade. Porém, o uso desordenado dessas ferramentas também pode trazer algumas dores de cabeça e comprometer os seus resultados.

Para ajudar você nessa missão, apresentamos, neste post, 6 das melhores dicas para um bom controle de dados móveis na empresa. Vem conferir!

Qual a importância de manter os dados móveis controlados?

O controle do consumo de dados móveis é um importante passo para garantir um bom fluxo de trabalho na empresa, sem sobrecarregar alguns setores ou interromper o seu funcionamento. Afinal, os negócios estão cada vez mais conectados a ferramentas e canais que dependem de acesso à internet.

Uma gestão adequada nesse sentido contribui não apenas para o uso consciente do recurso, mas sobretudo ajuda a manter a qualidade dos serviços entregues e na formação de um espaço mais seguro para a realização das suas tarefas — reduzindo a exposição a ameaças e gastos desnecessários.

É o controle assertivo de dados móveis que vai impedir, por exemplo, que usuários não autorizados acessem a rede corporativa, ou que os funcionários visitem páginas inadequadas durante a jornada de trabalho. Entre outros fatores que provocam um desvio de finalidade da tecnologia.

6 dicas de como realizar esse controle

Independentemente do tamanho da empresa ou do seu ramo de atuação, existem algumas boas práticas que funcionam como verdadeiros pilares para um controle de dados móveis eficiente.

A seguir, confira as principais dicas para implementar na sua empresa.

1. Conecte setores estratégicos

A conexão entre setores estratégicos é uma medida bastante útil para a gestão de riscos na empresa, permitindo uma atuação preventiva e a tomada das melhores decisões.

No que diz respeito ao controle de dados móveis, o raciocínio é o mesmo: possibilita que diferentes departamentos acompanhem o panorama geral da empresa e as operações do dia a dia que possam interferir no desempenho do seu trabalho.

E, uma vez que tudo fica disponibilizado em um único ambiente, como no caso de armazenamento em nuvem, há uma redução significativa do uso de pacote de dados móveis para baixar documentos sempre que for necessário acessar alguma informação. A conexão de setores estratégicos gera agilidade e eficiência na execução de tarefas.

2. Avalie as principais plataformas

Outro elemento indispensável na hora de controlar o consumo de dados na sua empresa é observar as principais plataformas que integram sua atividade interna. O intuito é realizar a customização de recursos de acordo com seus interesses.

Por exemplo, restringir a navegação em determinadas páginas da web e redes sociais, limitação de downloads, entre outros mecanismos que impeçam o uso incorreto dos dados móveis.

Nesse cenário, também é importante que o gestor invista em ações complementares, softwares e demais tecnologias de controle, como a conscientização dos funcionários. Enfim, estabelecer regras claras para evitar o desperdício de recursos ou colocar em risco a segurança das informações da empresa.

3. Considere soluções na nuvem

Mais do que agilidade e segurança, armazenar arquivos e aplicações virtualmente é um ótimo caminho para empresas em busca de economia. Isso porque o acesso a qualquer material salvo na nuvem pode ser feito e até mesmo modificado em tempo real pelas equipes, por meio de uma rede Wi-Fi.

Além disso, as soluções em nuvem possibilitam procedimentos de manutenção e atualizações programadas, sem interferir nos processos corporativos ou uso da rede móvel.

4. Crie uma política BYOD

O Bring Your Own Device (BYOD) é a política que incentiva o uso de dispositivos pessoais no espaço de trabalho, isto é, para executar as atividades da empresa. É uma forma de trazer agilidade aos processos e diminuir os custos com a aquisição de equipamentos.

Mas para que ela seja colocada em prática na dinâmica de trabalho, é importante que haja regras formais para o controle de dados móveis e do emprego desses dispositivos de um modo geral. Afinal, existe a necessidade de instalação de softwares, armazenamento de dados, protocolos de segurança, requisitos para backups e atualizações regulares.

Lembrando que, ao adotar o modelo BYON, a empresa se torna responsável por eventuais danos causados ao aparelho.

5. Realize um planejamento

Quando o assunto é gestão empresarial, a elaboração de um plano estratégico é uma peça-chave para que qualquer ideia seja implementada de maneira bem-sucedida. E com relação ao consumo de dados móveis, a realidade não é diferente.

Nesse contexto, a elaboração do documento pode partir da criação de um inventário, ou seja, levantamento e localização de todos os aparelhos de uso corporativo. Mapeie as finalidades e pessoas responsáveis por cada um deles.

Na sequência, é interessante estabelecer critérios para o gerenciamento dos dispositivos: controle de uso, distribuição de arquivos, escolha de ferramentas e softwares, regras de navegação na web, entre outros.

De forma resumida, um planejamento estratégico para o controle de dados móveis deve levar em consideração o que a empresa imagina ser a conduta ideal para cada setor.

6. Monitore o consumo de dados

O controle de dados móveis depende de um conjunto de ferramentas e configurações que possibilitem o uso racional do pacote de dados contratados. Mas, além de colocar as ações já mencionadas em prática, é indispensável saber se todos os requisitos estão sendo cumpridos. Ou seja, monitorar os índices de consumo.

No caso da rede móvel corporativa, o ideal é que o gestor segmente sua análise por período de datas e calcule o consumo médio de dados nesse intervalo de tempo. Fora essa média, é interessante mensurar informações como o consumo total de cada dispositivo, por aplicativos ou grupos de aparelhos.

Em plena era da transformação digital, os dispositivos móveis se tornaram uma presença constante na rotina empresarial. À medida que o seu uso avança nesses ambientes, também aumenta a necessidade de controle de dados móveis em qualquer operação do negócio, ajudando a manter o seu foco e um bom desempenho na execução de tarefas.

Gostou das dicas? Para aprofundar seus conhecimentos no assunto aproveite para conferir também 6 dicas de segurança de dados de telefonia móvel.