post_thumbnail-c3568dd539c23d3225e84bde7178cad2-2048x1364
Publicado em 1 de outubro de 2021 Por Tec Mobile

Última modificação em:

Tempo de Leitura: 4 minutos

As conexões de rede sem fio são muito importantes para o funcionamento de bons negócios. Para garantir que elas possam sempre se manter em dia com os novos padrões de trabalho, a IEEE atualiza continuamente o padrão.

A sua nova versão, chamada de WiFi 6, é capaz de entregar boa conectividade, suporte a vários aparelhos (como os da Internet das Coisas, notebooks, smartphones e tablets) e baixa latência. Isso será fundamental para os processos corporativos do futuro, que contarão com alta conectividade e uso contínuo de rede.

Para te ajudar a se preparar para esse cenário, publicamos o texto a seguir. Continue a leitura e veja como o WiFi 6 pode ajudar o seu negócio a ter melhores resultados!

O que é o WiFi 6?

O padrão WiFi 6 é a nova geração de conexões sem fio para internet. Ele também é conhecido como IEEE 802.11ax. As suas bases foram desenvolvidas pelo Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos (IEEE) e tem como foco a união entre velocidade, confiabilidade, previsibilidade e flexibilidade.

Como o WiFi 6 funciona?

O padrão WiFi 6 veio para incorporar as melhores funcionalidades do padrão 802.11ac e, ao mesmo tempo, maximizar a habilidade de infraestruturas de rede darem suporte a um grande número de dispositivos conectados a um mesmo ponto de acesso. Além disso, ele conta com mecanismos de envio e recebimento de dados que auxiliam o uso de aplicações com grande taxa de envio e recebimento de dados, como os padrões de vídeo 4K ou 8K, além de aplicativos de colaboração a Internet das Coisas.

Tudo isso será possível a partir de medidas, como:

  • o uso de uma modulação de sinal mais densa com a modulação de amplitude de quadratura (também conhecida como QAM) em 1014, levando a um aumento de velocidade média de 35%;
  • medidas para reduzir a latência e a sobrecarga da rede, utilizando um cronograma baseado em Orthogonal Frequency Division Multiple Access (ou OFDMA);
  • recursos de programação voltados para otimizar o consumo de energia a partir do Target Wake Time (TWT);
  • mecanismos para otimizar o envio e recebimento de dados, mesmo quando há um indicador de força de sinal baixo.

Quais as vantagens desse novo padrão?

Para as empresas que estão se preparando para criar infraestruturas de TI de alta performance e ultraconectadas, o WiFi 6 será fundamental. A nova geração do WiFi dará suporte a aplicações atuais e, principalmente, para as tecnologias que estarão presentes no nosso futuro. Confira os benefícios dessa nova tecnologia!

Economia de bateria

O Target Wake Time permite a dispositivos com menor uso contínuo de rede realizarem um uso mais inteligente do sinal WiFi. Isso aumenta o tempo de suspensão do dispositivo e a vida útil da bateria. Afinal de contas, haverá muito menos demanda por trocas contínuas de dados.

Menos conflitos entre redes

Um dos grandes problemas dos padrões atuais são os conflitos entre redes. Empresas e ambientes domésticos com vários roteadores próximos regularmente perdem qualidade de sinal em função da sobreposição de sinais. Mas o WiFi 6 promete resolver esse problema.

Isso será possível com o uso da tecnologia BBS (Estação de Serviço Básica, ou Basic Broadcast Station, no original). Ela consegue monitorar a maneira como o sinal propaga-se no ambiente e, assim, tomar as medidas necessárias para evitar grandes interferências. Ou seja, maximiza a habilidade de o WiFi ser utilizado sem problemas.

Mais aparelhos conectados à mesma rede

A Internet das Coisas, o uso de smartphones como mecanismos de trabalho e a integração de notebooks no fluxo corporativo elevou a quantidade de dispositivos conectados a redes WiFi. Nos locais em que não há infraestrutura adequada, isso é um grande problema: a empresa terá falhas no envio e recebimento de dados, prejudicando todas as atividades que dependem da rede, como videochamadas, acesso a plataformas de cloud computing e comunicação entre setores.

O WiFi 6 utiliza novas tecnologias de envio e recebimento de dados, como é o caso da 8 x 8 MU-MIMO. Ela conta com mais de 8 fluxos de conectividade, dando ao ponto de acesso a capacidade de gerenciar um número maior de dispositivos, simultaneamente, como ocorre em eventos. Desse modo, os problemas de sobrecarga serão muito menos frequentes.

Maior suporte a novas tecnologias

O padrão WiFi 6 conta com recursos que aumentam a sua eficiência e dão o apoio necessário, para que empresas e usuários domésticos possam investir com segurança nas tecnologias do futuro. Um deles é o OFDMA. Ele aumenta a eficiência do envio e do recebimento de pacotes. Desse modo, as taxas de upload e download são maximizadas, mesmo nos momentos de grande nível de uso.

Os canais de transporte de dados mais amplos facilitam o uso de ferramentas de streaming em alta resolução ou que demandam baixa latência. Assim, profissionais poderão contar com equipamentos de videoconferência em 4K, a Internet das Coisas ou aplicações que demandam banda contínua, sem correr o risco de terem quedas de disponibilidade.

Maior nível de segurança

A segurança de dados se tornou um ponto crítico para o uso de qualquer tecnologia moderna. Ela auxilia negócios a protegerem os seus dados e a se manterem dentro das regulações de privacidade do mercado. Assim, os times podem executar as suas operações em um cenário de baixo risco.

Nesse sentido, o WiFi 6 garante ao negócio a capacidade de integrar a internet e novas tecnologias em vários processos internos. A nova geração de conexões sem fio conta com correções de falhas de segurança e novos mecanismos de controle de acesso. Além disso, mantém ferramentas que ajudam no monitoramento e na gestão dos dispositivos conectados, sem que isso comprometa a qualidade da rede.

A internet é um ativo fundamental para qualquer negócio moderno manter as suas operações funcionais. A transformação digital levou tablets, celulares, notebooks, wearables, sensores inteligentes e outros equipamentos da Internet das Coisas para o centro das operações comerciais. Ao mesmo tempo, as novas soluções de TI, como as de computação em nuvem, videochamadas e análise de dados se apoiam na web para entregarem melhores resultados.

Nesse contexto, é preciso se atualizar e garantir que a rede sem fio sempre esteja preparada para lidar com as demandas dos usuários. Portanto, não deixe de preparar o investimento em equipamentos de rede que sejam compatíveis com padrões como o WiFi 6. Assim, o seu negócio sempre se manterá à frente da concorrência.

Como é o ciclo de atualizações da sua empresa? Conta pra gente nos comentários!




Clique para ver mais
Mapa do Site